MORFOESTRUTURA E MORFOESCULTURA: SUPERFÍCIES APLANADAS DO PLANALTO DE GUARAPUAVA – PR

RESUMO: O objetivo do artigo é compreender os processos de rebaixamento do terreno e recuo lateral das encostas no Planalto de Guarapuava. Trata-se de um recorte do trabalho de Tese defendida em agosto de 2011 na UFPR. Os resultados indicados no artigo são exploratórios. A sua construção ancorou-se em excertos de conhecimento da geomorfologia, da geografia física, da geologia e da cartografia. Elegeu-se como âncora metodológica a proposta de Bigarella, Marques e Ab’sáber (1961); Bigarella e Mousinho (1965); Bigarella et al. (1996); Bigarella e Passos (2003) e Libault (1971). Os resultados da pesquisa indicam que este planalto possui tanto formação estrutural quanto formação escultural. Pôde-se concluir que as superfícies aplanadas do referido planalto resultam de um processo de transformação concomitantemente de gênese interna e externa.
Palavras-chave: Terceiro Planalto do Paraná; Relevo; Geomorfologia; Superfícies de Aplanamento; Paleoclima.

Baixe o Artigo clicando aqui.

Por: José Mauro Palhares , Everton Passos e Amarildo Jorge da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.