ESTUDO PRELIMINAR DA OCORRÊNCIA DE SUPERFÍCIES APLANADAS NA PORÇÃO ORIENTAL DO ESTADO DO PARANÁ

Artigo publicado na revista Ciência Geográfica – Bauru – XVI – Vol. XVI- (1): Janeiro/Dezembro – 2012

RESUMO: Estuda-se a distribuição das superfícies de aplanamento relacionadas à morfogênese paleoclimática, em compartimentos no setor oriental do Estado do Paraná. Utiliza-se um modelo digital de elevação do terreno, cujos dados são gerados por imagens de radar disponibilizadas pelo projeto Shuttle Radar TopograficMission(SRTM). Como metodologia de pesquisa, considerou-se o modelo conceitual de origem e evolução de superfícies aplanadas, desenvolvido com base na influência das alternâncias climáticas cenozóicas, entre fases semiáridas e úmidas, no relevo. Essas superfícies são classificadas na literatura segundo critérios que abrangem a hipsometria, a litologia e a cronologia de tais geoformas. São de interesse particular neste estudo, os pediplanos, denominados Pd3, Pd2 e Pd1.

Palavras-chave: Superfícies de aplanamento. Pediplanos. Alternâncias paleoclimáticascenozóicas. Modelo Digital de Elevação.

Baixe o Artigo clicando aqui.

Por Ana Clarissa Stefanello, Everton Passos e José Mauro Palhares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.